domingo, 7 de maio de 2017

VII PICNIC VITORIANO DE SÃO PAULO: Todas as informações







É com alegria quer convidamos todos para nosso maior evento anual. 
O VIi Picnic Vitoriano São Paulo será no dia 30 de julho de 2017, domingo.

Informações sobre o grupo e perguntas frequentes



1- Detalhes da Programação:

Foto da Serraria do Parque Ibirapuera:




 






13h - Estaremos na Serraria do Parque. 
Recepção dos convivas, discurso conciso da organização do evento sobre Revivalismo e o grupo PVSP
14h- Abertura do evento e convescote
15h - Nosso tradicional sarau, leve suas poesias e músicas
16h - Jogos e Brincadeiras
18h - Encerramento


2- Regras e Normas do Evento:



Para uma melhor imersão na prática revivalista e uma viagem no tempo mais prazerosa, é essencial que alguns detalhes sejam levados em conta. Não deixe isso para segundo plano, todos os detalhes são importantes.

Sobre os utensílios adequados, veja com atenção essa postagem:

Guia de utensílios domésticos para eventos

Copos e guardanapos descartáveis são proibidos. Incentiva-se que as pessoas levem copos e taças de vidro, guardanapo em tecido, cestas de vime etc... Bebidas alcoólicas estão proibidas.

Dicas sobre os alimentos:
Guia de Mantimentos


Sobre comportamento e etiqueta, leia também os links:
Eiqueta Vitoriana para picnics
Regulamento do evento



3- Dresscode:

Como sempre é obrigatório, porém muito amplo.
No campo histórico: 
  • Idade Média;
  • Renascimento;
  • Barroco;
  • Rococó;
  • Diretório, Império e Regência;
  • Romantismo;
  • Era Vitoriana;
  • Era Eduardiana e Primeira Guerra Mundial
No campo das releituras e estilos revivalistas: 
  • Lolita/ Ouji;
  • SteamPunk;
  • Romantic Goth;
  • e Inspirações nas épocas acima.


    Dúvidas sobre o que vestir, dúvidas sobre a moda específica de cada período, acesse a sessão HISTÓRIA DA MODA. Esse blog parceiro conta com posts específicos descrevendo a moda de cada período histórico.
    Confiram também nossos TUTORIAIS 

4- Fotógrafos:


Permitida a presença de fotógrafos e imprensa mesmo sem dresscode. Apesar que é de bom tom usar ao menos um traje social. Também pedimos que cadastrem-se nesse tópico do nosso grupo. Convém lembrar que para participar do grupo no facebook é necessário ser amigo do nosso perfil.

Email para dúvidas picnic_sp@yahoo.com.br


5- Como chegar?





Localização da Serraria no mapa. Os portões 6 e 7 são os acessos mais próximos.








6- APOIO:



História da Moda
Bardos e Canções
'Stamos Kilts
Moda de Subculturas
Poesia Retrô
São Paulo Antiga


8- DÚVIDAS: 

picnicvitorianosp@gmail.com



Facebook


Essa postagem poderá sofrer modificações.


9- JANTAR EDUARDIANO

Nova data: 02.09. Todas as informações estão AQUI.



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

CINCO REGRAS PARA O USO DE JOIAS NA ERA EDUARDIANA






Leia também: 



Por Camille Hadley Jones do Edwardian Promenade. 
Tradução de Rommel Werneck


1- Um vestido de dia de uma senhora deve ser simples e refinado, adequado ao tempo do dia. Não se usa muita joalheria; ornamentos simples de ouro e prata são permitidos, mas nunca pedras preciosas, exceto em anéis*
2- As joias de baile são usadas geralmente em conjuntos; ornamentos nunca combinam se são peças de conjuntos diferentes e usados juntos; isto quer dizer se diamantes estão no broche, um colarinho ou gargantilha de pérolas e um par de brincos de esmeraldas não soariam bem se usados na mesma ocasião. Todos os ornamentos deveriam corresponder em características tanto quanto possível, mas a variedade é permitida em matéria de braceletes.
3- Não é considerado de bom gosto para um homem usar muitas jóias. Um anel plano e bonito, abotoaduras, uma corrente de relógio sem pingentes, sempre aparecerão mais que uma grande exposição de ornamentos elaborados.
4) Noivas não devem usar muitas joias, especialmente quando elas são jovens moças.
5) À ópera, o vestido cheio de brilho é reparado com tiaras ou diamantes ou estrelas de diamantes em cada cabeça de um pente, e uma exposição proporcional de joias no pescoço e no vestido.



*Os vestidos de dia costumam ser fechados e por tal razão diminuem as possibilidades de usar joia. 



P.S: As normas de etiqueta prescritas no texto acima não condizem muito com algumas gravuras, especialmente do Late Edwardian quando combinavam-se muito jóias diferentes. Compreendam esse texto como uma mistura de guia e curiosidade, as normas prescritas não precisam ser seguidas à risca em nossos eventos. 


Texto original 





segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

TUTORIAL TRAJE EDUARDIANO MASCULINO NOTURNO


Em 2017 o PVSP está promovendo dois eventos cujo dresscode de obrigatoriedade é o eduardiano, a saber: o  Jantar de 20 de maio e o Chá das Cinco República Velha.


Ocupar-nos-emos com o primeiro evento no presente tutorial. Nele serão abordados questões relativas à indumentária masculina noturna do período em apreço. Para informações acerca do traje feminino, acessar:

Tendo em vista o evento de maio tratar de um jantar, a escolha do traje apropriado deverá adequar-se às exigências do evening dress -- vestuário formal para noite. Ao contrário da feminina, a roupa de noite masculina é mais rígida referente à opção de cor; contudo, como aquele, é fácil de ser reproduzida. Constituí-se o evening dress masculino de dois trajes essenciais: o smoking (Black Tie) e a casaca (White Tie); além dos seus variantes: cerimonial escocês (Highland Dress) e cerimonial militar britânico(Mess Dress)


 1- SMOKING (BLACK TIE)




O smoking (black tie) é um traje de cerimonial noturno cuja formalidade é menor em comparação à casaca; sendo, portanto, um traje semiformal. Devido à relativa informalidade, é mais flexível a normas; todavia, algumas regras devem ser observadas.


A - CASACO CURTO

Paletó comum





Um paletó ou blazer comuns é o que se pede. No entanto a cor deverá ser obrigatoriamente preta ou "azul da meia-noite"*. Pode ser de abotoamento simples ou transpassado (jaquetão). Para requintar a peça, sugestionamos customizar a lapela do casaco com cetim ou seda pretos. Acrescentar à lapela uma botoeira (flor) é de uma elegância e romantismo incomparáveis. O mesmo vale para o lenço de bolso (branco).



Lapela em seda
Smoking com botoeira (flor) e lenço de bolso













*Azul meia noite: variação da cor azul cuja tonalidade é mais escura do que o azul marinho.

 

Smoking na cor "azul da meia-noite"













B -  CALÇA DE GALÃO (FAIXAS LATERAIS)


Calça social comum
Detalhe na faixa lateral da calça

Uma calça social simples é o que sugerimos. Não é necessário ser do mesmo material do casaco, porém, é mister que seja na MESMA cor daquele. Pode-se customizar a peça cosendo faixas pretas (galões), em cetim ou seda, em ambas as pernas da calça.



C - CAMISA



 
Uma camisa social de manga longa exclusivamente na cor BRANCA,  daquelas que praticamente todo homem possui em seu armário. O colarinho deve ser preferivelmente o de asa. Camisa de punho francês, isto é, para uso com abotoaduras são de muito bom tom. Esta última pode ser adquirida AQUI e AQUI.



Colarinho asa
Colarinho tradicional
    
Punho francês com abotoadura



D - GRAVATA BORBOLETA




A gravata da "Black Tie" ´deve ser preta



Peça imprescindível que dá nome ao traje em inglês black tie. Como o nome sugere, deve ser única e exclusivamente na cor PRETA (gravata branca destina-se à casaca), e sob hipótese alguma colorida.



E - COLETE OU FAIXA


Colete de alfaiataria


Pode-se utilizar um colete ou faixa, mas nunca ambos. Em se escolhendo o colete -- cujo abotoamento pode ser simples ou transpassado --;  o utente deverá atentar-se aos mesmos parâmetros do casaco + calça (smoking preto, colete preto; smoking azul, colete azul). Uma alternativa que satisfaz a ambos é o colete branco. A faixa substitui o colete, devendo, todavia, ser unicamente na cor PRETA.


Colete branco
Faixa

Colete preto
                                                                                                                             
 A faixa pode ser substituída pelo corset waist cincher que se diferencia do underbust por não atingir as flutuantes. O corset era usado na Era Eduardiana pelos homens e poderia ser usado em releituras no formato WC. Só recomendamos que seja liso.


 



                                         

F - SAPATOS


Sapatos de verniz











Sapato social de amarrar ou não exclusivamente preto. Não precisa ser de verniz; no entanto, é mister que esteja muito bem ilustrado.


G - ACESSÓRIOS (OPCIONAIS)


a - Chapéu


Cartola

Chapéu coco














Cartola ou chapéu coco. Não deve ser trazido sob hipótese alguma à mesa.


 b - Scarf



Preferível em tecido leve e na cor branca













Preferencialmente BRANCO e em tecido leve como seda, cetim ou charmeuse.


c - Luvas 

















Para uso exclusivo do baile. Não deve ser usada de modo algum à mesa. BRANCO é a cor. É fácil de se adquirir pelo Aliexpress .


d - Sobretudo ou capa



Sobretudo
                                                                


Capa
























De uso muito limitado. Porém, ótima pedida para realização de fotos. Cor preta.



e - Bengala  




 



O mesmo que o sobretudo e a capa. 


2 - CASACA (WHITE TIE)




A casaca é um traje cerimonial cujo utilização restringe-se à noite. É a veste mais formal da indumentária masculina; por conseguinte, o mais rígido. A característica mais marcante da casaca é o tailcoat (casaco com caudas).


DIFERENÇA: CASACA X FRAQUE

Conquanto sejam trajes de uso e feitio distintos entre si, não é raro confundi-los. Com relação à utilização, a casaca destina-se à noite, ao passo que o fraque, ao dia. No entanto, a diferença mais perceptível entre ambos reside no feitio. Ao contrário do tailcoat do fraque, cuja frente é relativamente proporcional em tamanho às costas; o tailcoat que compõe a casaca é mais curto na frente, sendo cortado de modo a ser impossível abotoá-lo. Ainda que existam duas fileiras de três botões distribuídos em cada lado, estes são meramente decorativos. Por fim, como no fraque; dois botões não funcionais ornamentam as costas da casaca na região da cintura , acima das caudas. Estas variam de tamanho, chegando algumas à altura da panturrilha.

 
FRAQUE
CASACA


Caudas



Tailcoat da casaca visto em ângulos variados




Príncipe Phillip trajando um fraque
Fraque sob ângulos distintos

A - TAILCOAT

Casaca em "azul da meia noite"



Um paletó ou blazer comuns para customização é o bastante. No entanto a cor deverá ser obrigatoriamente preta ou "azul da meia-noite". Para mais informações de como customizar um tailcoat, clique aqui.

http://picnicvitoriano.blogspot.com.br/2014/08/tutorial-fraque-por-customizacao.html
 

B - CALÇAS DE GALÃO (COM FAIXAS LATERAIS) 


Calça com galões (faixas laterais)





















 Uma calça social simples é o que sugerimos. Não é necessário ser do mesmo material do casaco, porém, é mister que seja na MESMA cor daquele. Pode-se customizar a peça cosendo faixas pretas (galões), em cetim ou seda, em ambas as pernas da calça.



C - CAMISA





Uma camisa social de manga longa exclusivamente na cor BRANCA, daquelas que praticamente todo homem possui em seu armário. O colarinho deve ser preferivelmente o de asa. Camisa de punho francês, isto é, para uso com abotoaduras são de muito bom tom.


D - GRAVATA BORBOLETA


A gravata da white tie deve ser branca




















Peça imprescindível que dá nome ao traje em inglês White Tie. Como o nome sugere, deve ser única e exclusivamente na cor BRANCA (gravata preta reserva-se ao smoking), e sob hipótese alguma colorida.


E - COLETE


O colete branco é preferível ao colete preto





















Um colete de alfaiataria. É preferível ser na cor branca, no entanto, as cores preta e azul são igualmente aceitáveis; desde que observados os parâmetros do casaco + calça (casaca preta, colete preto; casaca azul, colete azul).


F - SAPATOS

Sapato opera pump















Sapato social de amarrar ou não exclusivamente preto. Não precisa ser de verniz; no entanto, é mister que esteja muito bem ilustrado.


G - ACESSÓRIOS (OPCIONAL)

a - Chapéu





Exclusivamente a cartola preta. Não deve ser trazido sob hipótese alguma à mesa.

b - Scarf

 


Preferencialmente BRANCO e em tecido leve como seda, cetim ou charmeuse.

c - Luvas 




Para uso exclusivo do baile. Não deve ser usada de modo algum à mesa. BRANCO é a cor. É fácil de se adquirir por um excelente preço no Aliexpress.


d - Capa ou sobretudo

Capa




Sobretudo



















 De uso muito limitado. Porém, ótima pedida para realização de fotos. Cor preta.


e - Bengala 




O mesmo que o sobretudo e a capa.


3-  TRAJE CERIMONIAL ESCOCÊS (HIGHLAND DRESS)













Outra alternativa de traje para noite seria o "traje cerimonial escocês".  Este vestuário é uma variação da "white tie" tradicional acrescida de elementos da indumentária tradicional escocesa. 

A - CASACO OU KENORE
Caudas diminutas do casaco



Um paletó ou blazer comuns é o que se pede. No entanto a cor deverá ser obrigatoriamente preta. Pode ser de abotoamento simples ou transpassado (jaquetão). Para requintar a peça, sugestionamos customizar a lapela do casaco com cetim ou seda pretos. Coser botões de feitio metálico é de bom tom. Pode-se substitur o casaco por um kenore -- camisa aveludada com mangas rendadas -- obrigatoriamente preto. Obviamente, neste caso é escusado a utilização de colete, bem como a gravata borboleta (usa-se o jabot).



Kenore com cinturão e jibot


Jibot






B - KILT




Um saiote estampado em tartã (padrão de xadrez) de comprimento até a altura dos joelhos é o que se pede e pregueado atrás. A cor fica a critério do usuário, embora vermelho seja mais usual.

Três tipos de tartã


















C - CAMISA

 



















Uma camisa social de manga longa exclusivamente na cor BRANCA,  daquelas que praticamente todo homem possui em seu armário. O colarinho deve ser preferivelmente o de asa. Camisa de punho francês, isto é, para uso com abotoaduras são de muito bom tom. Esta última pode ser adquirida AQUI e AQUI.



D - COLETE





















Um simples colete de alfaiataria basta, desde que seja na cor preta. Pode-se customizá-lo com botões de  feitio metálico.


E- MEIAS



















Poderá ser na cor branca ou estampada em xadrez colorido. Meias de futebol sem estampa são as ideiais por serem grossas, acessíveis, longas e em cores sólidas. 



F - SAPATOS

 
Sapatos brogue (acima) são preferíveis.






 
Sapato social de amarrar ou não exclusivamente preto. Não precisa ser de verniz; no entanto, é mister que esteja muito bem ilustrado.


G - GRAVATA BORBOLETA OU JABOT
 
 


Jabot



















Pode-se utilizar uma gravata borboleta na cor branca ou preta(mais comum); ou um jabot (espécie de gravata rendada). A escolha fica sob cargo do utente. 

 H - ACESSÓRIOS (OPCIONAIS)

a - Gleengarry Hat



 



Uma boina comum é o que se pede. A cor é da preferência do utilizador. Não deve ser trazido sob hipótese alguma à mesa.

b- Sporran 



















Uma bolsa comum é o  bastante. Pode-se customizá-la a fim de lhe dar aspecto de pele de animal. Pode ser substituída por uma bolsa de tira colo devidamente pregada sobre o kilt e presa na cintura. 


 4-  TRAJE DE CERIMÔNIA MILITAR BRITÂNICO (MESS DRESS)

Outra alternativa de traje para noite seria o "traje de cerimônia militar britânico".  Este vestuário é uma variação da "white tie" tradicional.





 A - CASACO






















Um paletó ou blazer comuns é o que se pede. No entanto a cor deverá ser obrigatoriamente vermelha. Pode ser de abotoamento simples ou transpassado (jaquetão). Para requintar a peça, sugestionamos customizar a lapela do casaco com cetim ou seda pretos. Dragonas e condecorações(medalhas) dão um ar nobre e marcial à peça.


B - CALÇA COM GALÕES (FAIXA LATERAL)



  


















Uma calça social simples é o que sugerimos. Deve ser obrigatoriamente na cor preta ou "azul da meia noite". Pode-se customizar a peça cosendo faixas vermelhas (galões) em ambas as pernas da calça. 




C - CAMISA

 


















Uma camisa social de manga longa exclusivamente na cor BRANCA,  daquelas que praticamente todo homem possui em seu armário. O colarinho deve ser preferivelmente o de asa. Camisa de punho francês, isto é, para uso com abotoaduras são de muito bom tom. Esta última pode ser adquirida AQUI e AQUI.


D - COLETE 

Um simples colete de alfaiataria basta, desde que seja na cor preta ou branca. Pode-se customizá-lo com botões de  feitio metálico. O colete pode ser substituído ainda pelo corset waist cincher que se diferencia do underbust por não atingir as flutuantes. O corset era usado na Era Eduardiana pelos homens e poderia ser usado em releituras no formato WC. Só recomendamos que seja liso.


 




E - GRAVATA BORBOLETA

  
















De preferência na cor PRETA, e sob hipótese alguma colorida.

 F - SAPATO



Sapatos de verniz










Sapato social de amarrar ou não exclusivamente preto. Não precisa ser de verniz; no entanto, é mister que esteja muito bem ilustrado.



Douglas Gomes Ferreira 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...